09/06/2007

DESEJO, POEMA DE VITOR HUGO

Esse poema é uma sequência de flashes que dá a dimensão da poesia na vida do homem enquanto ser sensível, feito para amar e para o amor. Traz uma lição do belo, pelo simples fato de o homem ser e estar no mundo. A partir do primeiro verso ,"desejo que você ame", V. H. faz um passeio no tempo e no espaço, colocando o homem diante da incerteza, da perplexidade, das "pequenidades", da grandeza, do simples e do óbvio que é o amor, esse bem tão necessário, que deve multiplicar-se. O desfecho é de uma beleza rara e merece transcrição: "Desejo, por fim, que você, sendo homem / tenha uma boa mulher/ e que sendo mulher/ tenha um bom homem. / E que se amem hoje,amanhã e nos dias seguintes,/ E quando estiverem exaustos e sorridentes, /Ainda haja amor para recomeçar . // E se tudo isso acontecer / Não tenho mais nada a te desejar." Poema extraordinário! Puro encantamento. Belo, belo. (O SER SENSÍVEL - Geraldo Reis - Belo Horizonte, 09 de junho de 2007.

Nenhum comentário:

POESIA BRASILEIRA IMPRESCINDÍVEL

  • A CONTINGÊNCIA DO SER - Célio César Paduani
  • A INSÔNIA DOS GRILOS - Jorge Tufic
  • A ROSA DO POVO - Carlos Drummond de Andrade
  • A SOLEIRA E O SÉCULO - Iacyr Anderson Freitas
  • ARTEFATOS DE AREIA - Francisco Carvalho
  • AS IMPUREZAS DO BRANCO - Carlos Drummond de Andrade
  • BARCA DOS SENTIDOS - Francisco Carvalho
  • BICHO PAPEL - Régis Bonvicino
  • CANTATA - Yeda Prates Bernis
  • CANTIGA DE ADORMECER TAMANDUÁ E ACORDAR UNS HOMENS - Pascoal Motta
  • CENTRAL POÉTICA - Lêdo Ivo
  • CONVERSA CLARA - Domingos Pelegrini Jr.
  • CRIME NA FLORA - Ferreira Gullar
  • DIÁRIO DO MUDO - Paulinho Assunção
  • DICIONÁRIO MÍNIMO - Fernando Fábio Fiorese Furtado
  • DUAS ÁGUAS - João Cabral de Melo Neto
  • FINIS TERRA - Lêdo Ivo
  • GUARDANAPOS PINTADOS COM VINHO - Jorge Tufic
  • INVENÇÃO DE ORFEU - Jorge de Lima
  • LAVRÁRIO - Márcio Almeida
  • NOVOS POEMAS - Jorge de Lima
  • O ESTRANHO CANTO DO PÁSSARO - Célio César Paduani
  • O ROMANCEIRO DA INCONFIDÊNCIA - Cecília Meirelles
  • O SONO PROVISÓRIO - Antônio Barreto
  • OS MELHORES POEMAS DE FERREIRA GULLAR - Ferreira Gullar
  • PASTO DE PEDRA - Bueno de Rivera
  • POEMA SUJO - Ferreira Gullar
  • POEMAS REUNIDOS - João Cabral de Melo Neto
  • POESIA REUNIDA - Jorge Tufic
  • RETRATO DE MÃE - Jorge Tufic
  • VER DE BOI - Pascoal Motta
  • VIANDANTE - Yeda Prates Bernis